CULPA: ALGUNS PRAZERES PERMITIDOS

Redação | 08:00 Deixe seu comentário
Liberar alguns deleites, de vez em quando, é necessário para que o projeto corpo enxuto não vire uma tortura. "O segredo é não exagerar na quantidade e na frequência com que você coloca os alimentos calóricos na sua vida", ensina Beatriz Botéquio de Moraes, nutricionista da Equilibrium consultoria em Saúde e Nutrição (Sp). 

Foi à academia todos os dias da semana? Que tal se parabenizar saboreando um brigadeiro, mordida por mordida? "E se não resistiu à tentação e comeu mais que um docinho, nada de remorso", alerta Beatriz Moraes. Mas pense bem antes de sair por aí movida pela gula. afinal, recuperar-se de um deslize é até simples, mas de um atrás do outro, fica bem mais difícil...

Argumentos poderosos!
Já experimentou o delicioso sabor de vitória de ir a uma festa e conseguir recusar uma taça de champanhe? parece que sua autoestima ganha mil pontos, não é mesmo? "para não ceder às tentações é preciso lembrar por que você quer emagrecer. podem ser razões como voltar a usar o vestido que você adora e há tempos está apertado, chamar a atenção daquele gato... tendo essas coisas em mente, com clareza, você se sente mais forte e motivada", explica Maura de Albanesi. A gente tem certeza de que, ficar em paz com seu corpo, é uma justificativa da melhor qualidade. Isso sem contar a alegria de vestir um modelo justinho, sem receio, e receber um elogio do parceiro ou pedir à atendente da loja um número menor porque a saia que você levou ao provador ficou larga demais...

Culpada ou inocente?
Algumas escapadinhas não são tão ruins e não devem virar motivo de chateação. Outras, um pouco mais graves, merecem atenção especial, para que não se repitam e acabem levando seu plano de dieta ao fracasso. Na dúvida se o seu deslize pode ou não ser absolvido? A gente dá o veredicto...

Se não resistiu à tentação e comeu aquele biscoito recheado crocante
"Os lanches são importantíssimos, porque diminuem o risco de chegar louca de fome ao almoço ou jantar, além de manter o metabolismo ativo", explica Beatriz de Moraes. Quando sentir aquela vontade desesperada por uma guloseima, esse é o melhor momento. A flexibilidade evita que a vontade de comer algo fora do cardápio se torne uma tortura, o que coloca o plano de emagrecimento em risco. Mas atenção: reserve, no máximo, 10% das calorias diárias para esse pecadinho. E vá com calma: cometa esse deslize às vezes. O melhor é incorporar à sua rotina lanchinhos saudáveis, como frutas, castanhas e iogurtes, ok?

Se para acelerar a perda de peso decidiu ir para a cama sem jantar
O corpo também queima calorias durante o sono e, portanto, precisa de nutrientes para manter suas funções vitais no período noturno. Sem alimento, o gasto energético basal (aquele que ocorre mesmo quando você está parada) fica comprometido. Resultado: acostumado à baixa ingestão alimentar à noite, o organismo preserva a gordura como combustível, dificultando o emagrecimento. "E você ainda corre o risco de descontar a abstinência, horas depois, exagerando em alimentos mais calóricos e nem sempre nutritivos", alerta Roseli Rossi, nutricionista (SP). Então, já sabe, nada de deitar de barriga vazia. É só pegar leve no menu.

Se brigou com o namorado e afogou a carência em uma barra de chocolate
Afinal, isso não vai resolver seu problema. "Quando sentir necessidade de recorrer ao chocolate, mesmo que seja como fonte de prazer, escolha um bombom pequeno. E em vez de mastigá-lo, deixe que derreta lentamente na boca, para saborear de verdade", aconselha Roseli Rossi. Mas voltando à origem do problema: a delícia pode até disfarçar seu descontentamento com o gato por um tempinho, mas depois voltará a incomodar. E para não ter de devorar outro doce, melhor agir direto na fonte: converse com ele e esclareça tudo.

Se para secar até o fim de semana você foi para a academia sem comer nada
É preciso alimentar-se antes de malhar. Quando você treina de barriga vazia, queima músculos e poupa gordura. Não é esse seu objetivo, certo? Por isso, coma uma fatia de pão integral com queijo ou uma fruta, alimentos que oferecem energia rápida. Assim, você também garante disposição para uma aula mais puxada e caprichada.

Se sentiu uma fome danada durante a tarde e devorou um pacote inteiro de biscoito light
O termo "light" se aplica aos alimentos que contêm menor quantidade de gordura ou calorias que a sua versão normal, por exemplo: a maionese light engorda menos que a maionese comum. Mas isso não quer dizer que ela não seja calórica. Por isso, esses alimentos também devem ser consumidos com moderação. Vá com calma e atente-se às informações contidas nos rótulos, para não fugir da sua cota diária de calorias.

Se comeu um sanduíche de atum no jantar
"Muitas pessoas pensam que comer carboidratos como pão, arroz ou batata após as 18 horas é proibido. Não é bem assim. Durante a noite o metabolismo realmente apresenta menor atividade, mas o corpo continua funcionando até quando você dorme. Não há diferença se você consumir carboidrato de dia ou de noite, desde que ele esteja em quantidade adequada ao longo do dia", ensina Beatriz de Moraes. Por isso, como o seu sanduíche tem baixo valor calórico, você está absolvida. Só tome cuidado para não errar a mão nos acompanhamentos engordativos, como molhos, por exemplo.

A partir da revista Corpo a Corpo. Leia no original
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!